|   -A     Padrão     A+   |  
Secretaria de Saúde - SS
ORIENTAÇÃO E PREVENÇÃO

Febre Amarela


O que é e como é transmitida
A febre amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e transmitida por mosquitos, tanto em áreas urbanas quanto silvestres. Em área silvestre, os principais vetores são os mosquitos Haemagogus e Sabethes. Na área urbana, o transmissor da doença é o Aedes aepypti.

Como posso me prevenir
A única forma de prevenir a doença é por meio da vacinação. A vacina faz parte parte do Calendário Nacional de Vacinação e está disponível gratuitamente durante todo o ano em diversas unidades de saúde espalhadas pela cidade (veja tabela abaixo).

Quem deve se vacinar
Todos com idades entre 9 meses e 59 anos de idades devem tomar uma dose da vacina, para ficarem protegidos contra a doença. Idosos e grávidas devem procurar orientação médica antes de serem imunizados.
Lembrando que é preciso tomar apenas uma dose da vacina para ficar imunizado durante toda a vida.

Macacos são mocinhos, não vilões
No ciclo silvestre da febre amarela, os macacos são os principais hospedeiros do vírus. Quem carrega o vírus e transmite são os mosquitos Haemagogus e Sabethes, que vivem apenas nas matas.

Já no ciclo urbano, o homem é o único hospedeiro e quem faz o trabalho de carregar o vírus e transmitir para as pessoas é o mesmo Aedes aegypti que transmite doenças como dengue, Zika e chikungunya.
Portanto, no caso da febre amarela, o macaco é hospedeiro assim como o homem. Eles são vítimas e não vilões.

E mais do que isto, os macacos são importantes sentinelas, são guardiões. Quando um animal deste é encontrado morto ou doente na zona urbana perto da mata, é um sinal de que a doença pode estar por perto, permitindo que as autoridades ajam antes que a doença chegue na área urbana.

Se eu encontrar um animal morto, o que deve fazer?
O Setor de Zoonoses da Secretaria de Saúde e a Polícia Militar de Meio Ambiente, além de outros órgãos ligados ao meio ambiente, são responsáveis pelo recolhimento do animal e envio de amostras para a Secretaria de Estado da Saúde (SES), para análise das causas da morte.

De segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h – Setor de Zoonoses da SS – 3690-7030.

Sábados, domingos e feriados – Polícia Militar do Meio Ambiente -

Qual é a situação de Juiz de Fora em relação à febre amarela?
Juiz de Fora está numa situação muito segura em relação à febre amarela, devido às ações epidemiológicas intensificadas desde o ano passado, quando um surto da doença atingiu alguns estados brasileiros, incluindo Minas Gerais.

Este ano, com o surgimento de novos casos, voltamos a agir rapidamente, com aplicação de inseticida por meio de UBV nas áreas onde macacos foram encontrados mortos. A PJF agiu rápido e garantiu o cerco epidemiológico da doença e a cobertura vacinal de quase 90% da sua população.

Então posso ficar despreocupado?
Se você estiver vacinado e estiver tomando as medidas para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti na sua casa, condomínio ou no seu trabalho, você não precisa se preocupar.

Onde posso me vacinar (Vacinação especial neste sábado, 13 de janeiro)
• Espaço Cidadão Avenida Rio Branco 2.234 – Centro (Ao lado do Parque Halfeld), das 8h às 13h, de segunda a sexta;
• 63 UBSs;
• PAM Marechal;
• Departamento de Saúde do Idoso;
• Departamento de Saúde da Criança e do Adolescente.

Postos extras (até 12 de janeiro)
• Centro Cultural Dnar Rocha;
• Pátio do Bahamas Manoel Honório;
• Bretas Santa Terezinha;
• Igreja Quadrangular do Bairro Democratas (Rua Rafael Zacarias, 65), das 8h30 às 16h.


BOLETINS FEBRE AMARELA
SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE MG
• Nota Técnica 07/2017 Abrir
Prefeitura de Juiz de Fora
Av. Brasil, 2001 | 6° andar - Centro - Juiz de Fora/MG - CEP: 36060-010
Todos os direitos reservados. Copyright © 2016 - Site versão 3.0