|   -A     Padrão     A+   |  
JFContraACrise
A CRISE FISCAL
FALA SERVIDOR
FALA CIDADÃO
PENSE BEM
A CRISE FISCAL

Quase R$ 130 milhões. Esse é o tamanho da dívida que o estado de Minas Gerais acumula com a Prefeitura de Juiz de Fora. O valor é equivalente a quase três meses de salário dos servidores municipais, tanto ativos quanto inativos, e é superior a toda arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2018, até o momento. A dívida estadual com a cidade é referente à soma dos valores em atraso do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), dos impostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), que atingem quase R$ 40 milhões, e o Fundo Municipal de Saúde (FMS), com cerca de R$ 90 milhões.

O atraso nos repasses ameaça a execução de serviços essenciais na cidade. Para aplacar o problema, a Prefeitura já adotou medidas emergenciais, como a criação do Gabinete de Crise, que faz o monitoramento constante da situação e determina ações de controle.

Com objetivo de ampliar medidas de combate aos reflexos ocasionados pela irregularidade de repasses de verbas do Governo estadual, bem como garantir total transparência e participação de todos nas ações, a Prefeitura quer ouvir os servidores e cidadãos de Juiz de Fora. Se você tem sugestões ou dicas que podem gerar economia, evitar gastos, otimizar o trabalho e valorizar nossos recursos, clique abaixo e contribua para o enfrentamento da crise.
Prefeitura de Juiz de Fora
Av. Brasil, 2001 | 6° andar - Centro - Juiz de Fora/MG - CEP: 36060-010
Todos os direitos reservados. Copyright © 2016 - Site versão 3.0