PORTAL DE NOTÍCIAS

BEM COMUM

“Bem Comum” reúne blocos de carnaval para doação de sangue

BEM COMUM

“Bem Comum” homenageia 72 parceiros em “Grande Encontro do Bem”

BEM COMUM

“Grande Encontro do Bem” homenageia parceiros do “Bem Comum” de 2018

BEM COMUM

"Bem Comum" e SDS prorrogam campanha solidária “Mochilas do Bem”

BEM COMUM

Settra realiza interdições para realização de eventos do fim de semana

BEM COMUM

"Bem Comum" comemora "Dia do Mágico" com ação especial para idosos

BEM COMUM

“Bem Comum” celebra “Dia do Mágico” com show no Centro de Convivência do Idoso

BEM COMUM

Confira as vagas para trabalho voluntário nas instituições da cidade nos “Classificados do Bem”

BEM COMUM

“Bem Comum” disponibiliza formulário para solicitação de apoio

BEM COMUM

“Bem Comum” entrega roupas e sapatos ao Centro Pop
BEM COMUM
21/1/2019 - 16:34

Confira as vagas para trabalho voluntário nas instituições da cidade nos “Classificados do Bem”

O projeto “Bem Comum”, da Secretaria de Comunicação Social (SCS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), divulga mensalmente os “Classificados do Bem”. Uma campanha que busca aproximar indivíduos que queiram ajudar das instituições da cidade que precisam de apoio.

As entidades divulgam suas necessidades de serviços voluntários nos canais da Prefeitura, e os interessados em participar fazem o contato direto com as instituições. Em um ano de existência, os “Classificados do Bem” já anunciaram mais de 350 vagas, que beneficiaram cerca de 25 grupos filantrópicos.

A presidente do Instituto Vitória, Marlene Ferreira Cardoso, explica que a chegada de mais voluntários implica diretamente a abertura de novas vagas para assistidos: “Atualmente, temos 82 crianças atendidas pela instituição. Porém, ainda há muitos que estão na lista de espera e, quando chegam mais voluntários, conseguimos aumentar esse número”. Ela destaca também que novas oficinas estão sendo montadas, mas, para que saiam do papel, é essencial que novos ajudantes apareçam.

As vagas para voluntários são divulgadas no final de todo mês, através do facebook oficial do “Bem Comum” e do site da PJF. Tanto pessoas interessadas em ajudar quanto instituições que precisam de apoio podem entrar em contato com o projeto através do telefone 3690-7246 ou enviar mensagens por meio do perfil do facebook.

Confira as vagas disponíveis em nove entidades de JF para fevereiro:

Instituto “Vitória”

Fundado em 2010 por Marlene Ferreira, assiste pessoas com deficiência, oferecendo aos atendidos e às suas famílias assistência social, doações e atendimentos de fisioterapia, fonoaudiologia e psicologia. É mantido através de doações e do trabalho de voluntários. Atualmente, atende cerca de 90 pessoas. Funciona das 7h30 às 17 horas, na Rua Antônio Augusto Teixeira, 55, Bairro Bom Pastor (atrás do clube).

Vagas disponíveis:

- Fonoaudiólogo
- Serviços gerais
- Professor de artesanato

Informações sobre horário e atribuições, contato com Marlene ou Toni, pelos telefones 3221-8514, 32 99804-4374 e 98871-9365, ou pelo e-mail institutovitoriajf@gmail.com

Sociedade Beneficente Mão Amiga

Entidade beneficente que atende atualmente 250 famílias e 96 crianças, através da doação mensal de cestas básicas, leite e material escolar. A instituição, criada há 23 anos, conta hoje com a colaboração de voluntários e sobrevive através das campanhas realizadas. Fica na Avenida Darcy Vargas, 85, Ipiranga.

Vagas disponíveis:

- Assistente social (urgente)

Informações sobre horário e atribuições com Cida, pelos telefones (32) 3234-7091 e 98838-4338 ou por e-mail maoamiga.jf@hotmail.com

Fundação Hemominas Juiz de Fora

A fundação conta com a solidariedade de doadores de sangue, medula óssea e plaquetas. O Hemocentro Regional de Juiz de Fora começou a funcionar em 1987, inicialmente acoplado à Associação dos Hemofílicos (Rua Pedro Botti, 575, Bairro Santa Cecília). Em 1989, ganhou sede provisória (Rua São Sebastião), onde funcionou até 1997, quando foram inauguradas suas atuais instalações, na Rua Barão de Cataguases, Centro.

Vagas disponíveis:

- Doadores de sangue de todos os tipos, plaquetas e medula óssea.
- As doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 7 às 18 horas e aos sábados, das 7 às 11 horas. Outras informações pelo telefone 3257-3172 ou 3257-3181, com Thayse.

Associação Beneficente Cristã “Restituir” (Projeto “Restituir”)

Fundada em 2004, atende cerca de 585 pessoas por mês, em serviços de convivência e fortalecimento de vínculos. As ações são destinadas a idosos e crianças, entre 6 e 10 anos, além de assistência à população de rua.

Vagas disponíveis:

- Serviços gerais
- Auxiliar administrativo
- Educador social
- Psicólogo
- Recreador
- Cozinheira (ou auxiliar de cozinha)
- Auxiliar de bazar
- Auxiliar de portaria
- Instrutores: hip-hop, artesanato, teatro, idiomas (inglês, espanhol e outros), artes (desenho, pintura e outas), atividades física, música, informática, libras.

Informações sobre horário e atribuições com Geíza ou Mariana, pelo telefone 3217-4371, ou pelo e-mail restituirjf@gmail.com

Lar dos Idosos “Santa Luiza de Marillac”

Com 24 residentes, entre homens e mulheres, o lar funciona como condomínio, sob supervisão dos responsáveis. Oferece acompanhamento médico e oficinas, entre outras atividades. Recebe apoio de voluntários e doações. Fica na Rua Furtado de Menezes, bairro homônimo.

Vagas disponíveis:

- Psicólogo
- Fisioterapeuta
- Visitante
- Cuidador
- Secretária
- Pedreiro
- Serviços gerais
- Nutricionista
- Serviços de manutenção

Informações sobre horário e atribuições com Lívia, pelo telefone (32) 3211-2902 ou e-mail larluizademarillac@gmail.com

Educandário “Carlos Chagas”

Acolhe pessoas com deficiência, sobretudo mental, em situação de abandono. Atualmente, atende cerca de 30 pessoas.

Vagas disponíveis:

- Recreador
- Professor de educação física.

Informações sobre horário e atribuições com Ana Eliza ou Elizângela, pelos telefones 2101-7500, 2101-7512 e 2101-7511 ou pelo e-mail educandarioadm@hotmail.com

Assistência Social “Nossa Senhora da Glória”

Atendendo cerca de 40 pessoas por semana, o “Ambulatório da Glória” funciona há mais de 50 anos, com a colaboração da população. Presta assistência médica, social, odontológica e psicológica à comunidade, além de manter escola infantil. Fica na Rua Feliciano Penna, 187, Bairro Mariano Procópio.

Vagas disponíveis:

- Nutricionista
- Professor de reforço escolar e de capoeira ou artes marciais

Informações sobre horário e atribuições com Sandra Hansen, pelos telefones 3215-9698 e 98834-2223, ou pelo assnsg@veloxmail.com.br.

Associação “Amigos Mãos Abertas” (AMA)

Presta serviços assistenciais à população em situação de vulnerabilidade social. Além de assistir famílias cadastradas com donativos, funciona como casa de acolhimento para crianças e adolescentes afastados dos familiares. Também oferece oficinas a crianças e adolescentes da região. Funciona na Rua Eunice Weaver, 164, Bairro Carlos Chagas.

Vagas disponíveis:

- Instrutor de informática
- Profissional coach (ajuda aprendiz ou cliente a adquirir objetivo pessoal ou profissional específico, através de treinamento e orientação).
- Professor de artesanato

Informações sobre horário e atribuições com Fátima Aparecida, pelos telefones 3223-8535 ou 98819-1077, ou ainda pelo marketing1social@gmail.com

Fundação “Maria Mãe - Pequeninos de Jesus”

Realiza trabalho de assistência social com adultos carentes e desabrigados, buscando ampará-los, promovê-los e reinseri-los socialmente. Atualmente, cerca de 150 assistidos passam pela instituição diariamente. Está localizada na Rua Trinta e Um de Maio, 56, Bairro Ladeira.

Vagas disponíveis:

- Jardineiro (cuidar de horta)

- Professor de artesanato

- Professor de canto

- Professor de culinária.

Para informações sobre horário de trabalho e atribuições, entre em contato com Vanessa Farnezi, Dayna Fontainha ou Kátia Souza, pelo telefone 3212-5072, ou e-mail: fundacaomariamaeopj@gmail.com


*Informações com a Secretaria de Comunicação Social pelo telefone 3690-7246.


Prefeitura de Juiz de Fora.
Av. Brasil, 2001 | 6° andar - Centro - Juiz de Fora/MG - CEP: 36060-010
Todos os direitos reservados. Copyright © 2016