|   -A     Padrão     A+   |  

Portal de Notícias
NOTÍCIAS: SAA
JUIZ DE FORA - 25/11/2013 - 19:44



“Dia de Campo” - Cultura do eucalipto melhora renda do agronegócio



Portal de Notícias PJF | “Dia de Campo” - Cultura do eucalipto melhora renda do agronegócio | SAA - 25/11/2013
Por iniciativa de um grupo de produtores rurais que acredita no futuro do agronegócio, foi promovido no domingo, 24, um “Dia de Campo” para a demonstração das técnicas de gestão daquela que desponta como uma das mais rentáveis culturas do setor: o manejo de eucalipto para serraria. O consultor de agronegócio e sócio da Fazenda Triqueda, que também produz madeira para energia e investe em bovinocultura, Leonardo Resende, foi o escolhido para conduzir os trabalhos do dia. O evento contou com a presença do Secretário de Agropecuária e Abastecimento (SAA), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), Marlon Martins, e aconteceu na própria fazenda.

Segundo ele, o cultivo é uma excelente alternativa para a topografia da região. “Diversificar sempre é bom. Diminui os riscos de altos e baixos do negócio. Escolhemos o eucalipto por causa da vocação da região montanhosa pela madeira e porque o lucro é alto, de cinco a dez vezes maior que o investimento”. A alta rentabilidade do negócio é visível já nos primeiros números. A pecuária oferece R$ 300 ao ano por hectare, ao passo que a madeira para energia oferece R$ 1 mil e para a serraria pode chegar a R$ 5 mil, no mesmo período.

As vantagens do plantio não param por aí. De acordo com Resende, existem ainda vantagens ambientais. A técnica é baseada nos sistemas Silvipastoril, Agricultura de Baixo Carbono (ABC) e Integração-Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), harmoniza no mesmo espaço a pecuária e a floresta, preservando a qualidade do solo por mais tempo. A presença do eucalipto também neutraliza a emissão de gás metano lançada pelos bovinos no ambiente. Além disso, a madeira é a melhor alternativa para sustentar a pressão da demanda do mercado moveleiro, frente a preservação das florestas naturais. A tora de eucalipto é longa, espessa, e o cultivo não exige renovação periódica, já que o prazo de retirada da madeira é de cerca de 12 anos.

Um outro grande exemplo desse tipo de consórcio para cultivo é o Grupo Penalva. O empresário Manoel Teixeira Lopes cultiva harmonicamente no mesmo espaço suínos, aves, bovinos e equinos, e ainda mantém mudas e toras de eucalipto para venda, com vistas a criar também um modelo de serraria. “É o melhor negócio do setor. Para toras de madeira de mais de 30cm então é um grande negócio. Para a região montanhosa é inviável cultivar grãos por causa da mecanização. A madeira segue a vocação dessa topografia”.

Diversificar para crescer

Além de todos os benefícios da cultura do eucalipto para serraria, Resende destacou que o principal ponto é “aumentar o lucro por hectare. A renda per capita do produtor rural hoje é negativa. Os lucros não cobrem os prejuízos. O objetivo maior é otimizar o espaço. Não adianta todo mundo fazendo a mesma coisa, trabalhando como os pais e avós trabalhavam, e não conseguir progredir”. Ele afirmou ainda que o negócio é excelente e com chances quase nulas de dar errado. “É o melhor investimento de dinheiro, melhor que bolsa de valores e capital de risco. Chega a render de 15 a 30% ao ano”, incentivou ele.

SAA incentiva o cultivo de eucalipto

O secretário Marlon Martins reforçou que o aumento da renda do produtor é o principal foco. “Em tudo que possa melhorar a renda do produtor rural nós seremos parceiros. É plenamente viável consorciar o eucalipto com outras culturas”. Segundo ele, a SAA está desenvolvendo meios para oferecer assistência técnica ao produtor interessado em cultivar a madeira. “Vamos disponibilizar orientação técnica focada para o manejo de eucalipto para serraria, que pode ser um excelente negócio no futuro, inclusive para atrair para Juiz de Fora empresas do setor moveleiro, a exemplo da cidade vizinha de Ubá”.

Outro grande parceiro dessa iniciativa é o Banco do Brasil, que oferece linhas de crédito especiais aos produtores interessados em melhorar seu negócio. As taxas de juros podem ser de 1%, 3,5% ou 5% ao ano, dependendo do investimento, e com até 15 anos para pagar.

*Informações com a Assessoria de Comunicação da SAA, pelo telefone 2104-7003.



 IMPRIMIR 
29/6/2022 - SESMAUR
Prefeitura de Juiz de Fora doa cerca de mil produtos para instituições de caridade
29/6/2022 - SAS
Cras Barbosa Lage promove ação comunitária com parceiros
29/6/2022 - SS
Santa Paula recebe ações de combate à Dengue e outras doenças
29/6/2022 - SAS
Cras Grama debate situação da população migrante
29/6/2022 - SE
Creche Professora Denise dos Santos desenvolve projeto sobre alimentação saudável
29/6/2022 - FUNALFA
Praça CEU terá mostra com 120 atendidos nas oficinas culturais
29/6/2022 - PROCON
Projeto “Procon vai às Escolas” atende alunos da Escola Municipal João Panisset
29/6/2022 - CESAMA
PJF realiza 667 análises de água em maio
29/6/2022 - CESAMA
Trabalhos da Cesama impactam no abastecimento de bairros da Região Leste nesta quinta-feira, 30
29/6/2022 - SEL
JF Lazer atende escolas e comunidades de Juiz de Fora com mais de 15 atrações e brincadeiras
29/6/2022 - SEDIC
Mutirão da Carteira Nacional do Artesão acontece na próxima semana
29/6/2022 - SG
Sete personalidades LGBTQIA+ são homenageadas em arte com grafite
29/6/2022 - SS
Confira o calendário de imunização contra a Covid-19 na quinta-feira, 30
29/6/2022 - FUNALFA
Funalfa percorre territórios para divulgar editais de cultura
29/6/2022 - SMU
PJF monta esquema de transporte para o Torneio Leiteiro de Pires
29/6/2022 - SEDIC
“Vagou JF” tem vagas abertas para auxiliar de atendimento (PCD), consultora avaliadora e outras oportunidades
29/6/2022 - SO
Programa Boniteza realiza 139 intervenções nesta quarta, 29
29/6/2022 - SE
CEM encerra matrículas do segundo semestre para cursos e EJA nesta quinta, 30
29/6/2022 - SEL
Estádio Municipal recebe partida do Tupynambás neste sábado, 2
29/6/2022 - EMPAV
Operação tapa-buracos da PJF atende Filgueiras e outros dez bairros nesta terça-feira, 28
Prefeitura de Juiz de Fora
Av. Brasil, 2001 | Centro - Juiz de Fora/MG - CEP: 36060-010
Todos os direitos reservados. Copyright © 2021 - Site versão 3.2