Imprimir    Fechar  

JUIZ DE FORA - 17/4/2008 - 18:03

Escola usa teatro para conscientizar sobre a prevenção da dengue

A comunidade da Escola Municipal Maria José Villela resolveu arregaçar as mangas e entrar na luta contra a dengue. Ela vem cumprindo seu papel de informar e conscientizar todos os membros da escola e seus familiares na prevenção e erradicação do mosquito transmissor da doença. Através de um trabalho que envolve o senso de coletividade e cidadania, professores e alunos apelaram para a linguagem teatral, mostrando de forma lúdica como é simples e fácil combater o Aedes aegypti se cada um fizer a sua parte.

A idéia de se criar uma peça teatral partiu da professora Eneida Gomes Tolentino. A iniciativa envolveu toda a escola que se mobilizou não apenas em ter os alunos como multiplicadores da ação preventiva, mas, também, abranger os pais e familiares. “Eu gosto muito da linguagem teatral, pois é de fácil entendimento e nos permite utilizar vários recursos para chamar a atenção de crianças de quatro a seis anos. Podemos, com essa idéia, passar a informação de uma forma diferente e eficaz”, disse a professora.

A peça conta a história de Dona Flávia, uma catadora de materiais recicláveis que não se preocupava em armazená-los de forma correta. Com isso, o seu quintal se transformou num ambiente propício para proliferação do Aedes aegypti. A falta de informação fez com que o filho Flavinho fosse picado pelo mosquito. Imediatamente, a mãe procurou um médico que lhe deu todas as informações para curar o menino e as medidas necessárias para acabar de vez com a proliferação do inseto transmissor.

Dona Flávia, então, tratou de organizar todo o seu quintal, conforme foi orientada. No local, não se encontravam mais pneus velhos. A água parada nos pratos dos vasos de planta foi substituída por areia umedecida. As garrafas pet foram esvaziadas e colocadas de cabeça para baixo e a caixa de água foi tampada. Todas essas medidas serviram de base para que os alunos desenvolvessem um panfleto contendo informações e ilustrações sobre as formas de prevenção e sintomas da doença. Esse material foi distribuído para os pais que também assistiram a apresentação das crianças na escola.

Após a apresentação, a pediatra e homeopata Maria de Fátima Castellano Ranção proferiu uma palestra direcionada aos pais para explicar sobre os sintomas da doença e o que fazer quando uma pessoa apresenta os primeiros sinais de contaminação. “O ato mais importante para vencer a batalha contra a dengue é a prevenção e conscientização das pessoas sobre as formas de proliferação do mosquito transmissor. Numa fase de epidemia, é muito importante que os pais, ao perceberem um primeiro sintoma, como febre alta; dor de cabeça, nos olhos, músculos e juntas; encaminhem o paciente imediatamente para um posto de saúde”, orienta a médica.

*Outras informações com a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Educação pelo telefone 3690-8497.
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO

Fechar  


Secretaria de Comunicação Social - SCS
Av. Brasil, 2001 - 6º Andar - Centro - Tel (32) 3690-7245 / 3690-7246
Fax: (32) 3690-7373 - Juiz de Fora - Minas Gerais