Prefeitos de Juiz de Fora (1931-2013)

 

1931-1933
Pedro Marques de Almeida
(1888-1934)
pedromarques.tif (29670 bytes)Natural de Juiz de Fora. Advogado, Promotor de Justiça, foi vereador em diversas legislaturas. Deputado Estadual e Presidente da Assembléia Legislativa. Vice-presidente do Estado em 1930 por pouco tempo em face da Revolução de 30. Vice-presidente da Legião de Outubro, em 1931, fundada por Francisco Campos. Diretor Administrativo da Escola de Engenharia de Juiz de Fora em 1924. É titular de praça pública.
blank.gif (43 bytes)
1933-1936
Menelick de Carvalho
(1897-1949)
menelick.tif (31466 bytes)Natural de São Paulo de Muriaé, MG. Advogado, Delegado Geral de Polícia em Juiz de Fora, em 1925. Diretor da Secretaria do Interior do Estado. Diretor da Cia. Mineira de Eletricidade. É titular de praça pública, onde tem seu busto, inaugurado em 1957. Fez parte do Conselho de Amigos do Museu Mariano Procópio.
blank.gif (43 bytes)
1936
Álvaro Braga de Araújo
(1885-1950)
alvarobraga.tif (31502 bytes)Natural de Rio Novo, MG. Farmacêutico e industrial. Diretor da Fábrica de Pregos São Nicolau. Foi também Prefeito de Matias Barbosa. Um dos Fundadores do Rotary Club de Juiz de Fora, em 1927. É titular de rua e de Escola Pública Municipal.
blank.gif (43 bytes)
1936-1937
Eduardo de Menezes Filho (1886-1958)
eduardomenezes.tif (31848 bytes)Natural do Rio de Janeiro. Advogado, Foi vereador de 1916 a 1927 e vice-presidente da Câmara Municipal nesse mesmo período. Secretário da Faculdade de Direito de Juiz de Fora em 1914. Diretor do Ginásio de Juiz de Fora em 1917. Presidente do clube Ginástico de Juiz de Fora. Fundador e Presidente do Rotary Club de Juiz de Fora em 1927 e 1936, respectivamente. Advogado Geral do Estado de Minas Gerais. Desembargador no Tribunal da Relação do Estado de Minas Gerais. Fez parte do Conselho de Amigos do Museu Mariano Procópio.
blank.gif (43 bytes)

1938-1943
Rafael Armando Cirigliano
(1891-1966)

rafael.tif (32384 bytes)Natural de Tiradentes, MG. Advogado, foi vereador em 1936. Foi também Prefeito de São Lourenço. Diretor da Loteria Mineira. Mais tarde transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde continuou sua carreira de advogado. Foi advogado do Grupo Krambeck.
blank.gif (43 bytes)

1943-1945
José Celso Valadares Pinto

josecelso.tif (32658 bytes)Médico. Também foi prefeito de São Lourenço.
blank.gif (43 bytes)

1945-1946
José Batista de Oliveira
(1897-1958)

josebatista.tif (31708 bytes)Natural de Juiz de Fora. Engenheiro e industrial. Diretor da Cia. Fiação e Tecelagem São Vicente. Engenheiro da Estrada de Ferro Paracatu. Orquidófilo. É titular de rua. Presidente do Centro Industrial de Juiz de Fora.

blank.gif (43 bytes)

1946-1947
José Procópio Teixeira Filho
(1899-1999)

joseprocopioteixeira.tif (37542 bytes)Natural de Sarandira. Advogado, foi um dos fundadores e diretor do Banco de Minas (1929). Diretor do Banco de Crédito Real de Minas Gerais (1937-1941). Diretor da Imobiliária Riachuelo Ltda.. Provedor da Santa Casa de Misericórdia (1960-1969). Presidente do Sport Club de Juiz de Fora (1919-1924), do Clube Juiz de Fora em 1933 e do Abrigo Santa Helena por seis anos. Membro da Junta Administrativa da Escola Superior de Agricultura de Viçosa (1933-1936). Cidadão Benemérito de Juiz de Fora em 1947. Irmão Benemérito e Egrégio Conselheiro da Santa Casa de Misericórdia e sócio benemérito do Clube de Tênis D. Pedro II. Fundador do Rotary Club de Juiz de Fora e seu presidente por duas vezes. Agraciado com a Grande Medalha da Ordem da Inconfidência Mineira e com a Medalha Municipal do Mérito Engenheiro Henrique Guilherme Fernando Halfeld. Escritor bissexto. Personalidade juizforana de 1971. Fundador do Centro Rural em 1937. Cafeicultor e pecuarista da "Recreio", em Sarandira e das "Pitangueiras", em Matias Barbosa. Investidor imobiliário e acionário. Fez parte do Conselho de Amigos do Museu Mariano Procópio e agraciado com a Medalha Alfredo Lage. Um dos pioneiros do tênis em Juiz de Fora.

blank.gif (43 bytes)

1947-1950
Dilermando Martins
da Costa Cruz Filho
(1907-1971)

dilermando.tif (33456 bytes)Natural de Juiz de Fora. Médico da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais. Cardiologista. Vereador substituto em 1937. Deputado Estadual e depois Federal. Jornalista do "Correio da Tarde". Secretário da Viação do Estado de Minas Gerais em 1952. Industrial de malharia – Malharia Sedan e proprietário da Fábrica de Gesso Crê, fundada em 1910. Campeão de tiro ao e aficionado do tiro ao vôo. A parte final norte da Avenida Rio Branco recebeu, por lei, a denominação de "Garganta do Dilermando".
blank.gif (43 bytes)

1951
Eudóxio Infante Vieira
(1900-1975)

eudoxio.tif (32032 bytes)Natural de Mar de Espanha, MG. Médico pediatra. Assistente da Associação das Damas Protetoras da Infância. Como vice-prefeito assumiu a prefeitura pela renúncia do Prefeito Dilermando Cruz Filho, para desincompatibilizar-se. Presidente da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Juiz de Fora. Presidente do Rotary Club de Juiz de Fora. Paredro político. Tribuno popular.
blank.gif (43 bytes)

1951-1955
Olavo Costa
(1901-1967)

olavocosta.tif (31266 bytes)Natural de Barra do Piraí, RJ. Comercial de papel por atacado. Paredro político. Deputado Federal. Diretor do Banco de Crédito Real por breve tempo. Paredro do Sport Club de Juiz de Fora. Benemérito do Tupi F.C.
blank.gif (43 bytes)

1955-1959
Ademar Rezende de Andrade
(1897-1998)

Natural de Leopoldina, MG.Engenheiro. Funcionário da Câmara Municipal e da Cia de Laticínios de Juiz de Fora. Cafeicultor e pecuarista no Estado do Rio de Janeiro e depois da "Santa Maria", em Simão Pereira. Fundou a conhecida Casa do Rádio, da qual foi diretor presidente. Foi também Prefeito de Matias Barbosa. Agraciado com a Ordem da Inconfidência Mineira, em 1965. Conselheiro da Cemig. Secretário da Viação e Obras Públicas, em 1962. Cidadão honorário e benemérito de Juiz de Fora e Benemérito de Matias Barbosa. Gerente do Banco Industrial e Diretor do Banco de Crédito Real. Fez parte do Conselho de Amigos do Museu Mariano Procópio. É titular de Escola Municipal. Agraciado em 1978, com a Medalha Municipal do Mérito Engenheiro Henrique Guilherme Fernando Halfeld.
blank.gif (43 bytes)

1959-1962
Olavo Costa
(1901-1967)

olavocosta.tif (31266 bytes)Ver primeiro mandato, em 1951.
blank.gif (43 bytes)

1962-1963
Arlindo Leite
(1893- )

arlindoleite.tif (34732 bytes)Natural de São João Nepomuceno, MG. Cirurgião-dentista do Exército Nacional. Foi vice-prefeito de 1958 a1962. Neste último ano assumiu o mandato de prefeito até 1963, com a renúncia de Olavo Costa que concorreu à Câmara dos Deputados. Primeiro presidente do Sindicato do Cirurgião-dentista de Juiz de Fora. Paredro do Sport Club de Juiz de Fora e seu Conselheiro e dos Grafos Carnavalescos. Presidente da Liga de Desportos de Juiz de Fora. Auxiliar da antiga Casa Sucena (1909).
blank.gif (43 bytes)
1964-1967
Ademar Rezende de Andrade
(1897-1998)
Ver primeiro mandato, em 1955.
blank.gif (43 bytes)
1967-1970
Itamar Augusto Cautiero Franco
(1930 - 2011)

Natural de Salvador, BA. Itamar Franco nasceu no dia 28 de junho de 1930 a bordo de um navio de cabotagem que fazia a rota Salvador/Rio de Janeiro. Filho do engenheiro Augusto César Stiebler Franco e de Itália América Liria Cautiero Franco, seu registro civil foi feito na capital baiana. Ele não chegou a conhecer o pai, que nasceu em Juiz de Fora (MG) e morreu em abril de 1930, vítima de malária.

Itamar Franco passou a infância na terra natal do pai, onde iniciou seus estudos. Graduou-se como engenheiro civil e eletrotécnico, em 1954, na Escola de Engenharia de Juiz de Fora. Entre 1952 e 53, foi presidente do Diretório Acadêmico de Faculdade de Engenharia da universidade. Ingressou na política pelo PTB (Partido Trabalhista Brasileiro).

Com a introdução do bipartidarismo, filiou-se ao MDB (Movimento Democrático Brasileiro), sendo eleito prefeito de Juiz de Fora em 1966, onde criou sua base política. Itamar governou o município até o ano de 1974. Em seguida, elegeu-se senador por Minas Gerais, por dois mandatos (1975-1982 e 1983-1990).

Após o fim do mandato de senador, Itamar Franco se torna candidato a vice-presidente da República na chapa encabeçada por Fernando Collor de Mello, em 1989. Com a renuncia e o Impeachment de Collor, Itamar assume a Presidência da República, em outubro de 1992 a dezembro de 1994.

Após deixar a Presidência, tornou-se embaixador do Brasil em Portugal e, posteriormente, ocupou o mesmo posto na OEA (Organização dos Estados Americanos), em Washington (EUA). Franco retornou ao país para disputar o governo de Minas Gerais, em 1998. Eleito, governou o Estado de 1999 a 2002.

Depois, foi embaixador do Brasil na Itália (2003-2005) e presidiu o Conselho de Administração do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) no período de 2007 a 2010. Neste ano, elegeu-se Senador da República pelo PPS de Minas Gerais. Assumiu o terceiro mandato no Senado, em 01/02/2011 e, em maio, licenciou para tratar de Leucemia. No dia 2 de julho de 2011, o senador e ex-presidente faleceu no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

Itamar Franco recebeu honras de Chefe de Estado e foi velado na Câmara Municipal, em Juiz de Fora, e no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte. Após o seu corpo ser cremado na capital mineira, as cinzas foram depositadas no jazido da família no Cemitério Municipal de Juiz de Fora.

blank.gif (43 bytes)
1971-1972
Agostinho Pestana
da Silva Neto
(1928 - 2008)
agostinho.tif (31090 bytes)Natural de Juiz de Fora. Engenheiro e industrial proprietário da fábrica de móveis R.S. Móveis e Decorações. Personalidade juizforana em 1967. Presidente do Clube D. Pedro II.
blank.gif (43 bytes)
1973-1974
Itamar Augusto Cautiero Franco
(1930)
Ver primeiro mandato, em 1967.
blank.gif (43 bytes)
1975-1976
Saulo Pinto Moreira
(1923)
saulopinto.tif (34458 bytes)

Natural de Miracema (RJ). Médico. Ex-Diretor do Pronto Socorro Municipal de Juiz de Fora. Prefeito de Juiz de Fora no período de 14/05/74 a 31/01/77. Assessor Especial da Secretaria da Presidência da República no governo do Presidente Itamar Franco. Em 19/08/93 assumiu interinamente a pasta do Ministério da Saúde. Ex- chefe de Gabinete do Governador Itamar Franco no Governo de Minas Gerais. Presidente do Instituto Itamar Franco em Juiz de Fora.

blank.gif (43 bytes)

1977-1982
Francisco Antônio de Melo Reis
(1937-2010)

Natural de Juiz de Fora. Diplomado em Filosofia e Letras. Bancário, líder estudantil. Vereador de 1970 a 1974, Deputado Federal Constituinte (1987-1991), secretário de Estado de Indústria e Comércio de Minas Gerais (1991-1994) e superintendente do Museu Mariano Procópio (2005 a 2008). Jornalista de "A Mantiqueira". Diretor da Camig -Cooperativa Agrícola do Estado de Minas Gerais. Agraciado em 1978 com a Comenda Santos Dumont, pela Aeronáutica.
blank.gif (43 bytes)
1983-1988
Tarcísio Delgado
(1935)
tarcisio.tif (37132 bytes)Natural de Juiz de Fora. Advogado. Foi vereador (quando exerceu a presidência da Câmara), deputado estadual, deputado federal (dois mandatos) e prefeito de Juiz de Fora eleito em 1982. Mais informações abaixo, no segundo mandato.
blank.gif (43 bytes)
1989-1992
Carlos Alberto Bejani
(1950)
bejani.tif (38606 bytes)Natural de São Gonçalo, RJ. Atuou como radialista por mais de 27 anos (desde 1976). Eleito prefeito de Juiz de Fora em 1988 exerceu mandato de 1989 a 1993. Mais informações abaixo, no segundo mandato.
blank.gif (43 bytes)
1993-1996
Custódio Antônio de Mattos
(1948)

Natural de Bicas, MG. Advogado, Foi fundador do PSDB em Juiz de Fora. Começou sua militância política no PMDB. Foi Diretor do Inamps e BDMG, além de ter sido Deputado Estadual, Deputado Federal por três mandatos e Secretário de Estado de Desenvolvimento Social (MG). Foi eleito para o segundo mandato como prefeito de Juiz de Fora para período de 2009 -2012.
blank.gif (43 bytes)
1997-2000
2001-2004
Tarcísio Delgado
(1935)
Natural de Juiz de Fora. Advogado. Foi Vereador (1967-1970); Deputado Estadual (1971-1974); Deputado Federal (1974-1978; 1979-1982; 1991-1994); Secretário de Estado do Trabalho e Ação Social (1991 a julho de 1992); Diretor do Departamento Nacional de Estrada de Rodagem (DNER, 1995 a junho de 1996) e; prefeito de Juiz de Fora (1983-88; 1997-2000; 2001-2004).
blank.gif (43 bytes)
2005-2008
Carlos Alberto Bejani
(1950)

Natural de São Gonçalo, RJ. Atuou como radialista por mais de 27 anos (desde 1976). Eleito prefeito de Juiz de Fora em 1988 exerceu mandato de 1989 a 1993. Deputado estadual em Minas Gerais por duas legislaturas (1999 a 2004), foi eleito prefeito em outubro de 2004 para um segundo mandato (2005-2009), mas renunciou ao cargo em julho de 2008

blank.gif (43 bytes)
2008
José Eduardo Araújo
Natural de Juiz de Fora, MG. É formado em Direito pela Faculdade Vianna Júnior, em Cotabilidade pela Faculdade Machado Sobrinho e, Administração e Relações Públicas, pela Universidade Negócios e Administração de Belo Horizonte. Na administração pública, foi titular da Diretoria de Centros Regionais de 2002 a 2003 e vice-prefeito a partir de 2005. Com a renúncia de Carlos Alberto Bejani, assumiu o Poder Executivo, no período de julho a dezembro de 2008.
blank.gif (43 bytes)
2009-2012
Custódio Antônio de Mattos
(1948)

Custódio Antônio Mattos nasceu em Juiz de Fora em 3 de abril de 1948 – e foi registrado em Bicas (MG). Formou-se em Direito pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e fez mestrado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e em Ciências Sociais, pela Universidade de Birmingham, na Inglaterra.

Exerceu os cargos de técnico de Planejamento e Pesquisa do IPEA, diretor-financeiro do INAMPS, secretário-adjunto de administração da Prefeitura de Belo Horizonte e diretor do BDMG.

Sua trajetória política começou cedo. Em 1970, filiou-se no MDB, onde militou até a criação do PSDB, partido que ajudou a fundar em Juiz de Fora. Em 1990, foi eleito deputado estadual; em 1992 venceu a eleição para a Prefeitura de Juiz de Fora (mandato 1993/1996); em 1998 foi eleito para seu primeiro mandato como deputado federal, sendo reeleito mais duas vezes (em 2002 e 2006); foi vice-presidente da Executiva Nacional do PSDB em 1999/2000; em 2001 foi vice-líder do bloco PSDB/PTB na Câmara e líder do PSDB entre 2002 e 2004; em 2007 foi convidado pessoalmente pelo governador Aécio Neves para ocupar o cargo de Secretário Estadual de Desenvolvimento Social – cargo que deixou em junho de 2008, para concorrer novamente à Prefeitura de Juiz de Fora, sendo eleito para o mandanto 2009-2012.

blank.gif (43 bytes)
2013-2016
Bruno Siqueira
(1974)

Bruno Siqueira foi eleito prefeito de Juiz de Fora com 163.686 votos.
Nascido e criado na cidade, começou na política cedo. Foi presidente do
Diretório Acadêmico da Faculdade de Engenharia da UFJF, onde se formou.
Possui Pós-Graduação em Engenharia Econômica pela Fundação Dom
Cabral.
Vereador por três mandatos consecutivos, foi relator da CPI que investigou
a liberação irregular do Fundo de Participação dos Municípios, em capítulo
marcante da história democrática da nossa cidade. Em 2008, foi o vereador
mais votado, sendo eleito presidente da Câmara Municipal de Juiz de Fora,
onde se destacou na adoção de políticas de transparência, responsabilidade,
seriedade e compromisso com o dinheiro público. Em 2010 foi eleito
deputado estadual com quase 70 mil votos.
Na Assembleia Legislativa foi vice-presidente da Comissão de Constituição
e Justiça. Agora, como prefeito, quer mudar a gestão pública, com ideias
inovadoras para o desenvolvimento da cidade com qualidade de vida para a
nossa população. Bruno tem 38 anos, é casado e tem um filho.